sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Desviando a atenção...

Na última quarta-feira, dia 07, o "Jornal Liberal Segunda Edição" divulgou aos seus telespectadores o resultado da ação popular movida contra as Organizações Rômulo Maiorana, sua veiculadora(veja detalhes sobre o convênio na entrevista com Regina Lima).

Se por um lado a ação popular foi considerada "improcedente", o convênio é eticamente inválido. O que a empresa quer dizer, afinal, com "fator de integração regional" ou "nenhum prejuízo aos cofres públicos"? Estou aqui me dirigindo a qualquer pessoa que tenha o mínimo de senso crítico em relação as disputas de poder que ocorrem na Amazônia contemporânea. Claro, tudo com uma pitada de ideologia e controle social relacionados aos grandes empresários e corporações que atuam na "Amazônia paraense".

Sei que este discurso pode parecer panfletário, mas ele é necessário para dar continuidade a um debate sobre a que ponto podem chegar os interesse privados em detrimento da causa pública.

Para concluir, gostaria de presenteá-los com um dos poucos direitos de resposta que a Rede Globo já deu em sua história: Leonel Brizola contra a Globo. Direito de reposta sendo lido no seu principal jornal, o "Jornal Nacional", e por um de dos maiores símbolos do "padrão globo de qualidade", o jornalista Cid Moreira.

No mínimo interessante (cáustico) e elucidador (geopolítico).




Fabrício Mattos

3 comentários:

juliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
juliana disse...

Fabrício,
não canso de te dizer que escreves muito bem mesmo.
Só faltou aprofundar um pouco mais sobre o assunto,já que muitas das pessoas não estão familiarizadas com o mesmo.
Quero te parabenizar,pela tua atitude...


Muito sucesso...Sabes que acredito muito no teu potencial...

beijos.

Laboratório Jornalismo Digital UFPA disse...

Senhores, viva a Internet! Muito Bom!