quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Velocidade de conexão

Finalmente as instituições paraenses conseguiram um motivo pra causar inveja em instituições de outras regiões. É que por esses tempos foi instalada no estado do Pará a rede metrobel, rede de fibra óptica com 52 km de extensão, que permite conexão de alta velocidade à todas instituições parceiras do convênio firmado entre o governo do estado e a eletronorte . A conexao de 100gb, mil vezes mais veloz que a mais rápida conexão oferecida pelas operadoras da região, vai permitir que as 12 instituições de ensino e pesquisa públicas e privadas beneficiadas pelo serviço tenham capacidade de realizarem vídeo-conferências, tele-medicina, ensino a distância, acesso a acervos digitais e ampliação de pesquisas avançadas que exijam transmissão de dados de grande capacidade. Enfim, algum avanço aparente. Mas como sempre, temos a boa e a má notícia. A má é que para que haja 100% de aproveitamento dessa absurda velocidade de conexão é preciso que os aparelhos usados pelas instituições (posso falar com certeza da ufpa) sofram pequenas modificações, como por exemplo sejam trocados os suites, que eu descobri um dia desses, é o negocinho em que o cabo de conexão é plugado. Os que estão instalados hoje, tem capacidade de aproveitamento muito inferior ao que é disponibilizado pela rede metrobel. Claro que isso exige investimento, ou seja, a universidade precisa liberar grana, o que não é tão simples e fácil como muitos pensam. Mas pelo menos já estamos no meio do caminho.

Nerusa Palheta

5 comentários:

Crítica&denúncia disse...

Quando vejo alunos como vocês empenhados em crescer mas ainda na ingenuidade do começo, gostaria de falar-vos de frente para que abram os olhos para a verdade dentro das instituições, antes de receberem o diploma de marionetes. Desejo de coração que os cinco aqui sejam diferentes.

Anônimo disse...

Esses benefícios parecem valer o esforço de trocar esses plugadores. será q é tão caro assim?
Alan Araguaia

Anônimo disse...

hahahahahahahahahaha.
puppets!
também acho.

Nerusa

Anônimo disse...

Alan, é que não são 2 ou três suites que tem que ser trocados, mas centenas, além dos equipamentos...;/

Paulutcha disse...

Com certeza! Pelo menos uma parte foi feita, agora falta só metade. =)